• Medzo Consultoria Empresarial Financeira

Qual a diferença entre uma empresa lucrativa e uma empresa rentável?

Atualizado: Mai 6

Entender a diferença entre uma empresa lucrativa e uma empresa rentável pode ser a chave para analisar melhor os dados do seu negócio e assim, tomar decisões mais assertivas


Contudo, a distinção entre os indicadores não é tão simples assim e pode gerar uma certa confusão na cabeça do empreendedor.


Esse é o seu caso?


Então, este artigo é para você! Você vai descobrir qual a diferença entre uma empresa lucrativa e uma empresa rentável e ainda vai receber 10 dicas incríveis de como melhorar os indicadores.

MEDZO Consultoria Financeira - O que é a rentabilidade de uma empresa

Lucratividade e rentabilidade: qual a diferença?

Lucratividade e rentabilidade são dois indicadores extremamente úteis para a gestão financeira de um negócio.


Eles analisam o resultado da empresa sob perspectivas diferentes e são avaliados em conjunto — um negócio pode ter alta lucratividade, mas baixa rentabilidade e vice-versa.


A melhor maneira de entender realmente qual a diferença entre uma empresa lucrativa e uma empresa rentável é sabendo o que é e a função de cada um desses indicadores:


O que é a rentabilidade de uma empresa?

Rentabilidade é um indicador que serve para medir o potencial de retorno que um investimento é capaz de gerar na empresa.


O parâmetro calcula o quanto uma aplicação gerou de retorno em forma de lucro líquido.


Nesse sentido, o indicador também funciona como um ótimo apontador para perceber se um investimento vale mesmo a pena.

Como calcular a rentabilidade?

O cálculo de rentabilidade é bem simples: Rentabilidade (%) = Lucro Líquido / Investimentos x 100.


Lucro líquido: a receita total menos o custo total do seu negócio.

Investimentos: soma de todas as aplicações que você realizou na empresa.


Vamos exemplificar para ficar mais claro.


Imagine que você comprou 100 xícaras por R$300 para revender em seu negócio por R$9 cada.


Além do custo da xícara, você também comprou embalagens personalizadas por R$80 e investiu em uma estratégia de marketing que custou R$150.


Nesse caso:

● Seu investimento foi de R$300 + R$150 + R$50 = R$500

● Seu lucro líquido após vender tudo foi: R$900 - R$500 = R$400

● A rentabilidade do seu investimento foi: (R$400 / R$500) x 100 = 80%


Com esse indicador, você pode realizar diversas análises, tais como:

● Qual foi o retorno de um investimento em comparação ao outro;

● Quanto seu negócio rendeu durante um trimestre, semestre ou qualquer outro período;

● Se um investimento realmente valeu a pena.


O que é a lucratividade de uma empresa?

A lucratividade é um indicador que mostra o quanto seu negócio ganhou em relação ao seu custo de operação.


Em resumo, serve para medir se a empresa está cobrindo seus custos e gerando lucro — refere-se àquele valor que sobra no final do mês.


Esse é um dos principais indicadores para analisar se está valendo a pena continuar com um empreendimento aberto.


Como calcular lucratividade?

O cálculo de lucratividade também é fácil: Lucratividade (%) = (Lucro líquido / Receita bruta) x 100.


Lucro líquido: a receita total menos o custo total do seu negócio.

Receita bruta: receita total sem tirar os custos com o negócio.


Agora, vamos imaginar que sua loja de xícaras gere uma receita de R$15.000 por mês e gasta R$9.000 para manter o negócio funcionando (tirando custos com água, luz, funcionário, etc.).


O cálculo ficaria assim:

Lucro líquido: R$15.000 - R$9.000 = R$6.000;

Receita bruta: R$15.000

Lucratividade (%): (R$6.000 / R$15.000) x 100 = 40% — seu negócio gera 40% de lucratividade em um mês.


Assim, você consegue saber:

● Se o seu negócio está dando prejuízo;

● Se está dando um lucro considerável;

Se o negócio está no 0 a 0 — sem dar lucro e sem ter prejuízo.


Lucro e lucratividade: qual a diferença?

Como os termos são parecidos, cuidado para não misturar!


Lembre-se: lucro é o valor que sobra após retirar os custos de uma operação enquanto lucratividade é o percentual do lucro sob a receita total de um negócio.

Agora, qual a diferença entre lucratividade e rentabilidade finalmente?

Basicamente, a rentabilidade mede o retorno dos investimentos do seu negócio enquanto a lucratividade calcula o retorno da sua operação (o quanto o negócio gasta para funcionar).


Vamos pegar novamente o exemplo da loja de xícaras.


Você calculou e obteve os seguintes resultados no primeiro trimestre de 2021:

● Receita bruta mensal: R$15.000;

● Lucro líquido mensal: R$7.000;

● Lucro líquido no primeiro trimestre: R$21.000;

● Investimento inicial: R$3.000;


Lucratividade do negócio:


Lucratividade (%): (Lucro líquido / Receita bruta) x 100

Lucratividade (%): (R$7.000 / R$15.000) x 100


Lucratividade (%): 46,66%seu negócio gera 46,66% de lucratividade em um mês.


Rentabilidade do negócio:

Rentabilidade (%):(Lucro Líquido / Investimentos) x 100

Rentabilidade (%): (R$21.000/ R$30.000) x 100

Rentabilidade (%): 700%

Qual a diferença entre uma empresa lucrativa e uma empresa rentável?

Como você viu, a maior diferença entre lucratividade e rentabilidade se refere à percepção de cada indicador sobre o negócio.


Uma empresa lucrativa é aquela que consegue gerar caixa o suficiente para cobrir as suas despesas e ainda deixar um bom lucro no caixa. Logo, é um negócio que possui um bom controle de custos e uma boa gestão financeira.


uma empresa rentável é aquela capaz de multiplicar bem seus investimentos e assim, obter uma boa margem de lucro líquido. Portanto, é um empreendimento que sabe analisar bem cada aplicação e assim obter alto potencial de retorno.


Assim, é possível, por exemplo, que a empresa consiga se manter muito bem com as suas receitas, mas receba retornos baixos ou de muito longo prazo de seus investimentos, ou um negócio obter excelentes resultados em suas aplicações, mas possuir a operação cara demais.


Por isso, é essencial analisar estrategicamente as duas métricas juntas e dessa forma tomar as melhores decisões.


Como aumentar a rentabilidade da empresa?

Conseguir aumentar a rentabilidade do seu negócio significa obter mais retorno com menos investimento. Por exemplo, o que você prefere: investir R$1 e receber de volta R$1,50 ou investir R$1 e receber de volta R$3?


Imagino que seja a segunda opção.


Por isso, confira algumas dicas que podem te ajudar:

● Busque reduzir os custos: aprenda a negociar e pesquisar bastante antes de fazer um investimento.

● Procure quantidade: o barato pode sair bem caro no final, então, busque encontrar o melhor custo-benefício.

● Fidelize clientes: quanto mais você fidelizar seus clientes, menos investimento em marketing vai ser preciso fazer.

● Inove: a inovação te diferencia dos seus concorrentes.

Treine bem seus funcionários: eles são os seus melhores ativos.

Como aumentar a lucratividade da empresa?

Ter uma boa lucratividade é a chave para uma gestão financeira saudável e um crescimento exponencial do negócio.


Nesse sentido, veja algumas dicas de como aumentar a lucratividade do seu empreendimento:

● Tenha uma boa gestão de fluxo de caixa — saiba sempre quanto entra e sai do seu caixa.

● Otimize processos: conhece a frase “tempo é dinheiro”? Processos improdutivos atrasam seu negócio.

● Corte custos desnecessários.

● Saiba gerir bem o estoque: cuide bem das suas mercadorias. Produto no lixo é dinheiro no lixo.

● Possua uma boa visão dos dados da sua empresa: são os números que nos permitem tomar as melhores decisões.


Conheça a Medzo Consultoria Financeira e aumente os resultados do seu negócio


Para ter tanto uma empresa rentável quanto uma empresa lucrativa, precisa-se de uma boa coisa: uma boa administração financeira.


E nós podemos te ajudar com isso.


Há 12 anos, estamos junto às pequenas e médias empresas oferecendo soluções seguras e completas para a área financeira.


Veja no que podemos te ajudar:


● Controle de custos;

● Gerenciamento financeiro;

● Estruturação de departamentos financeiros;

● Tomadas de decisões estratégicas;

● Constante e máximo lucro.


Entre em contato conosco e conheça o serviço!


Gostou do artigo? Veja também:

A importância da gestão financeira para seu negócio (+ dicas)

O que é capital de giro?

4 passos para controlar o fluxo de caixa da sua empresa

16 visualizações0 comentário