• Medzo Consultoria Empresarial Financeira

A importância da gestão financeira para seu negócio (+ dicas)

Atualizado: Ago 4

Apesar de não ser novidade a importância da gestão financeira para a manutenção e crescimento de um negócio — ainda mais quando estamos falando de pequenas e médias empresas — muitos empreendedores continuam negligenciando essa parte.


No entanto, o empreendedor que aprende logo administrar o dinheiro de seu negócio possui uma grande vantagem — consegue não passar por apertos no final do mês, se embolar em dívidas e fazer a empresa crescer mais rápido.


Por isso, trouxemos neste artigo a importância da gestão financeira nas organizações + dicas valiosas para implementar em seu negócio. É só continuar lendo!


O que é gestão financeira?

Antes de entender a importância da gestão financeira, o significado do termo.


Gestão financeira é o conjunto de ações estratégicas envolvendo o caixa do negócio.


Não se trata apenas do controle de entradas e saídas da empresa, pois envolve também investimentos, planejamentos e entre outros.


Como todo negócio precisa de dinheiro para conseguir operar e crescer, a administração financeira é capaz de determinar o futuro do empreendimento.


MEDZO Consultoria Financeira - gestão financeira nas pequenas empresas

Qual a importância da gestão financeira?


Segundo o IBGE, 60% das empresas fecham as portas em cinco anos e a má gestão financeira dos brasileiros é um fator que influencia diretamente nesse dado assustador.


O dinheiro é o que move os motores de qualquer negócio.


Ele serve não só para que as empresas consigam pagar as contas e continuar funcionando, como também expandir — o que é o sonho de qualquer empreendedor.


Além disso, a importância da gestão financeira se revela, principalmente, em momentos de crise. Na pandemia, por exemplo, 716.000 empresas encerram suas atividades devido à crise do coronavírus.


Por que pequenas e médias empresas devem se preocupar mais com a gestão financeira?

Qualquer negócio precisa se preocupar com a administração de seu capital, mas a importância da gestão financeira nas pequenas empresas é ainda maior.


Por quê?


Negócios pequenos e médios ainda não possuem um grande fluxo de caixa, acesso a empréstimos e recursos que as grandes empresas possuem.


Portanto, diante de uma crise ou imprevistos, o resultado pode ser muito mais devastador para uma microempresa do que para uma enorme multinacional.


Além disso, um pequeno/médio negócio deseja, acima de tudo, crescer — algo que já foi alcançado pelas grandes empresas. E, nesse caso, saber aproveitar os recursos da melhor maneira é imprescindível para não acabar com uma empresa grande e cheia de dívidas.


MEDZO Consultoria Financeira - gestão financeira para seu negócio

Quais são as principais funções da gestão financeira?

Uma boa administração financeira vai além do controle de dinheiro que entra e sai do negócio — precisa de um olhar analítico para conseguir tomar as melhores decisões.


Veja quais são as principais funções da gestão financeira:


Manter as operações

Primeiramente, o dinheiro deve ser o suficiente para que o negócio mantenha o seu funcionamento.


Nesse sentido, a administração do caixa deve suprir todas as despesas da organização, tais como:

● Energia;

● Água;

● Mercadoria;

● Funcionários;

● Outros custos de operações.


Inclusive, isso deve cobrir também o seu salário como empreendedor — um erro bem grande é misturar as finanças do negócio com as pessoais. Portanto, precisa-se também estabelecer um pró-labore que supra seu custo de vida.


Essa é a primeira função, então, se o custo de operação for maior que o faturamento da empresa, esse já é um indicador de que sua saúde financeira não vai bem.


Lidar com crises e imprevistos

Um fato: crises sempre ocorreram e sempre vão ocorrer. Sobretudo, em um país marcado pela instabilidade econômica como o nosso.


Por exemplo, antes mesmo da pandemia, o Brasil passou por uma crise conhecida como "grande recessão brasileira" em 2014 que custou a passar.


Dessa forma, sobrevive apenas aquela empresa que possui caixa para lidar e se recuperar de momentos difíceis — destacando assim a importância da gestão financeira mais uma vez.


Além das crises econômicas, ainda há outro fator que pode tirar o sono de qualquer dono de negócio: os imprevistos.


Um cliente insatisfeito processou a empresa, a mercadoria foi perdida, o computador pifou… enfim, incidentes em menor ou maior grau fazem parte de qualquer negócio.


Nesse caso, a administração financeira também será fundamental para resolver os problemas o mais rápido possível e evitar mais prejuízos.


Investir no negócio

Expandir o negócio é o desejo em comum entre a maioria dos empreendedores e isso exige, mais uma vez, uma boa administração financeira.


Um investimento é um aporte financeiro direcionado para algum setor da empresa com a expectativa de um retorno futuro.


Em outras palavras: são “gastos” que você faz hoje para colher mais no futuro.


MEDZO Consultoria Financeira - MEDZO Consultoria Financeira - gestão financeira para seu negócio

Esses aportes são, por exemplo, focados na contratação de funcionários, implementação de novas tecnologias, reformas, compra de um novo equipamento e outros custos que visam trazer mais capital para o negócio futuramente.


Mesmo sendo importante, a gestão financeira precisa ser cautelosa nesse momento e alocar o capital de maneira estratégica para não comprometer a saúde da empresa.


O que não faltam são possíveis investimentos que você pode realizar e saber olhar para cada um deles analiticamente para escolher o melhor para empresa é o que vai determinar o seu sucesso.


5 resultados da má administração financeira do negócio

Como falamos, o capital é o motor de um negócio, então, falhas relacionadas à gestão financeira implicam em vários prejuízos.


Veja alguns reflexos da má administração financeira da empresa:


● Fechar o negócio e integrar aquela terrível estatística do IBGE.

● Contração de dívidas e prejuízo.

● Gerar o desemprego — um negócio não é importante apenas para você, é para toda cadeia que o envolve.

● Falta de reputação e dificuldades em conseguir a confiança de instituições financeiras e das pessoas ao seu redor.

● Não conseguir fazer o negócio crescer e ficar parado no tempo.


4 dicas valiosas para uma boa gestão financeira

Após entender a verdadeira importância da gestão financeira, cabe a você buscar formas de melhorar a sua administração e utilizar seus recursos da melhor maneira.


Confira algumas dicas de como fazer isso:


Controle o fluxo de caixa

Saber o quanto entra e sai do negócio é o primeiro passo para controlar a saúde financeira.


A premissa básica de uma empresa lucrativa consiste em ganhar mais dinheiro do que gastar — existem exceções, é claro, mas estamos trabalhando com a regra.


Portanto, a visão clara do fluxo de caixa do seu empreendimento vai dizer, por exemplo, se seu custo operacional está alto demais ou você está lucrando o suficiente para investir em um novo equipamento.

Crie um fundo de emergência

Destacamos antes o quanto fatores externos imprevisíveis podem afetar a empresa.


Por isso, é fundamental possuir um fundo de emergência para o caso de algum problema e assim, lidar com o imprevisto da maneira mais rápida possível.


Planeje o orçamento

Uma boa gestão financeira é sempre pautada em um planejamento.


O gestor precisa saber para onde será direcionada cada verba para que essa não seja desviada para algum custo desnecessário.


Além disso, a etapa é essencial para criar estratégias de crescimento para a empresa.


Tenha uma visão analítica

Por fim, é essencial utilizar os dados ao seu favor e tomar decisões embasadas neles — um bom gestor não anota apenas gastos, ele desenvolve estratégias financeiras visando o crescimento da empresa.


Veja como a Medzo Consultoria Financeira pode te ajudar

Precisando de ajuda para administrar as finanças do seu negócio? Nós podemos ajudar.


Estamos há 12 anos junto às pequenas e médias empresas apresentando soluções seguras e completas para a área financeira


Podemos te ajudar a realizar:


● Controle de custos;

● Gerenciamento financeiro;

● Estruturação de departamentos financeiros;

● Tomadas de decisões estratégicas;

● Constante e máximo lucro.


Entre em contato conosco e conheça o serviço!


Gostou do artigo? Veja também:

16 visualizações0 comentário