• Medzo Consultoria Empresarial Financeira

Como criar um plano de negócios eficiente

Um plano de negócios eficiente pode guiar a sua empresa para o sucesso, seja te ajudando a evitar caminhos ruins ou, uma vez neles, te dizer a melhor forma de como voltar para a rota certa.

Assim, grande parte dos gestores decidem investir tempo para estudar o mercado e desenvolver esse documento, garantindo uma maior segurança.

Nesse artigo, você irá aprender o que é um plano de negócios, as vantagens que ele oferece a sua empresa e como desenvolvê-lo corretamente. Para descobrir, é só continuar lendo…

Aproveite!


O que é plano de negócio?

O plano de negócios é um documento elaborado pelos gestores, o qual contém a descrição e os objetivos da empresa, além de um plano de ação para alcançá-los.

Desse modo, para criar um plano de negócios eficaz e que gere resultados, é necessário investir bastante tempo em pesquisa de mercado.

Com isso, será possível incluir no documento dados, ideias, estratégias e projetos possíveis de serem concretizados no mundo fático dos negócios.

Ademais, quanto mais áreas o seu plano alcançar — financeiro, marketing e operacional — mais completo e eficiente ele será.

Importância do plano de negócios para a empresa

Assim como um mapa, um plano de negócios tem como principal função guiar a sua empresa no mercado, possibilitando que ela alcance todos seus objetivos previamente traçados.

Contudo, as suas funcionalidades vão muito além de instruir ou orientar, oferecendo também a sua empresa essas vantagens:

  • Possibilita uma maior organização e alinhamento das ideias e objetivos do negócio, sendo excelente para sociedades;

  • Mapeia possíveis obstáculos a serem enfrentados, deixando a sua empresa preparada para eles;

  • Facilita a identificação de erros e a tomada de decisões;

  • Ajuda a visualizar os cenários positivos e negativos;

  • Abre portas para recursos financeiros, como financiamentos, pois oferece à instituição uma base de informações completa do negócio.

Ah! Vale destacar que criar um plano de negócios não vai eliminar os riscos ou erros na gestão, ok? Mas, com ele, será mais fácil contornar esses obstáculos.

Como elaborar um plano de negócio

Para criar um plano de negócios eficiente você terá de seguir um passo a passo, que envolve desde a organização de ideias, pesquisa de dados ao planejamento.

Confira quais são esses passos:

Passo 1: Montar o sumário executivo

Essa será a introdução do seu plano de negócios, na qual irá conter um breve resumo da empresa, o diferencial, além dos seguintes dados:

  • A principal proposta da empresa e seus objetivos;

  • Os produtos e/ou serviços que serão ofertados;

  • O perfil do(s) empreendedor(es) e dos colaboradores;

  • Os clientes da empresa;

  • O valor do investimento e projeção dos lucros;

  • Informações jurídicas, como regime tributário e porte da empresa;

  • Em caso de empresas físicas, a localização.

Contudo, por mais que seja a parte introdutória do documento, o ideal é preenchê-la após ter completado as demais etapas da criação do seu plano de negócios.

Dessa forma, você terá informações suficientes para criar um sumário executivo completo, por mais que seja breve.

Por isso, deixe esse espaço em branco por enquanto.

Passo 2: Analisar o mercado

Essa é a fase crucial da elaboração do seu plano de negócios, na qual você irá levantar dados referentes ao mercado em que a sua empresa será inserida.

Para isso, você deve estudar e traçar um perfil para os principais agentes que irão interagir com o negócio, ou seja, os clientes, fornecedores e concorrentes.

Clientes

Nesse momento, você deve traçar o seu cliente ideal, sobre o qual será baseado grande parte das estratégias de venda, marketing e de criação dos produtos.

Afinal, serão essas pessoas — também chamadas de personas no marketing digital — que irão consumir o que será produzido pela sua empresa.

Para criar um perfil completo e eficiente, você deve levantar esses dados:

  • Faixa etária;

  • Gênero;

  • Estado civil;

  • Escolaridade;

  • Interesses e principais hábitos;

  • Fatores que consideram durante a compra;

  • Frequência de compra.

No entanto, caso o seu público de vendas seja voltado à pessoas jurídicas, então, durante a pesquisa você deve obter essas informações:

  • Porte da empresa;

  • Ramo de atuação;

  • Localização.

Fornecedores

Os fornecedores serão responsáveis por entregar à sua empresa a matéria-prima necessária para a produção dos produtos vendidos.

E para escolher as melhores opções do mercado, é necessário estudar a fundo cada empresa, considerando fatores além do preço, como:

  • Qualidade do material;

  • Prazo de entrega;

  • Condições de venda e pagamento;

  • Localização.

Concorrência

Estudar a concorrência também é essencial durante a análise de mercado, possibilitando a criação de um plano de negócios eficiente.

Afinal, com essas informações você será capaz de entender um pouco mais quais estratégias funcionam (ou não) com os clientes, além da qualidade de atendimento e serviço esperada por esse público.

Outros dados que você deve levantar são:

  • Horários de funcionamento;

  • Diferencial das empresas — para descobrir o que falta no mercado, que pode ser criado pelo seu negócio;

  • Serviços extras fornecidos, como delivery ou clube de vantagens;

  • Preço médio cobrado;

  • Formas de pagamento disponibilizadas.

Ah! Durante a pesquisa, o ideal é você focar em analisar empresas semelhantes à sua, tanto em relação à localização, como também ao porte.

Passo 3: Criar um plano de marketing

Desenvolver o plano de marketing vai além de pensar quais estratégias de divulgação da empresa serão implementadas e os canais utilizados para isso.

Na verdade, durante essa etapa, você deve descrever minuciosamente cada produto ou serviço oferecido — tamanho, qualidade, vantagens, funções, preço etc.

Além disso, é necessário pensar como o produto será vendido e distribuído, ou seja, se a sua empresa terá loja online, física ou mista.

Passo 4: Criar um plano operacional

O plano operacional será responsável por organizar o funcionamento em si da empresa, devendo conter as informações necessárias para que tudo funcione em ordem e o produto seja entregue ao cliente.

Para isso, você deve levantar as seguintes informações:

  • Cargos da empresa, quantidade mínima de funcionários para cada setor e seus devidos perfis;

  • Organização espacial das máquinas ou colaboradores (para empresas físicas);

  • Materiais necessários à operação das atividades;

  • Tempo de execução de cada processo.

Nessa parte, você também pode traçar estratégias para aumentar a produtividade dos funcionários ou de diminuição de erros.

Passo 5: Criar um plano financeiro

O planejamento financeiro é uma etapa crucial para que seu negócio seja plantado, crie raízes no mercado e consiga se desenvolver.

Afinal, será durante a criação do plano financeiro, que você visualizará todos os gastos e investimentos necessários para dar início a empresa — e para ela continuar funcionando.

Por isso, liste todos os custos que sua empresa possui (ou possuirá), como fornecedores, aluguel e pagamento de funcionários.

Para criar um plano financeiro eficiente, conte com a consultoria financeira da Medzo, que é especializada em estratégias para pequena e média empresa.

Passo 6: Analisar os cenários

Uma vez estruturado e organizado a sua empresa, chegou o momento de especular possíveis cenários que ela irá enfrentar no mercado, tanto positivos como negativos.

Além disso, trace estratégias que te ajudarão a enfrentar os momentos de baixa e contornar esses obstáculos da melhor forma — ou aproveitar de maneira eficiente os contextos positivos.

Passo 7: Avaliar o plano de negócios

Por fim, chegou a última etapa desse processo: avaliar o plano de negócios.

Para isso, você deve revisar todas as estratégias e informações incluídas no documento, realizar as correções necessárias ou incluir novas informações.

E claro: volte à primeira parte do documento e preencha as informações do sumário executivo!

Nota final

Muito além de um resumo da empresa, o plano de negócios te ajuda a tomar as melhores decisões, escolher bons fornecedores e até conhecer o seu futuro cliente.

Por isso, mesmo que a sua empresa já esteja atuando no mercado, desenvolva um plano para o seu negócio! Até porque, nunca é tarde demais para crescer.

Entre em contato com a Medzo Consultoria Financeira e conheça o serviço!

Veja também:

2 visualizações0 comentário