• carolinacardim

Como montar uma reserva financeira para pequena e média empresa

A reserva financeira é importante para negócios de qualquer porte, mas principalmente para pequena e média empresa.


Os pequenos negócios costumam ser sempre os mais afetados em meio de uma crise e, por vezes, não possuem estrutura boa o suficiente para se manter.


Por isso, ter uma reserva é essencial para a saúde e segurança financeira de seu empreendimento.


Quer saber como montar? Nesse artigo, explicamos o passo a passo para você fazer a sua. Continue lendo para saber!


Reserva de emergência para empresas - pote com notas de dinheiro

O que é uma reserva de emergência para empresa?

Reserva de emergência para empresa é uma quantia de dinheiro reservada unicamente para imprevistos, tais como:

  • Crises econômicas: momentos de queda forte na economia, como foi o caso da pandemia em 2020.

  • Queda brusca de clientes: aconteceu alguma situação que reduziu demais a quantidade de consumidores, por exemplo: a capacidade de atendimento de clientes reduziu após um funcionário se demitir repentinamente.

  • Manutenções: um cano estourou, uma máquina quebrou… enfim, quando qualquer parte do estabelecimento precisa de uma manutenção urgente.


Assim, quando situações como essas acima ocorrem, você pode usar a reserva de emergência para conter o problema antes que ele se agrave.


Por que a reserva de emergência para pequena e média empresa é importante?

A pandemia mundial em 2020 foi a prova do quão importante é estar preparado para eventuais problemas que fujam do planejamento.


Dezenas e mais dezenas de negócios precisaram fechar as portas e ficar meses parados, sofrendo uma queda brusca no faturamento.


E os mais afetados, claro, foram os pequenos e médios negócios — mais de 600 mil pequenas empresas fecharam as portas com coronavírus.


Isso ocorre, sobretudo, porque um empreendimento pequeno não possui caixa ou estrutura o suficiente para se manter em uma situação como essa.


Um McDonald, por exemplo, pode aumentar seu investimento na modalidade de Delivery facilmente e continuar vendendo. Contudo, a lanchonete do seu João talvez não sobreviva a esse impacto.


Por isso, a reserva de emergência para pequena e média empresa é essencial. Ela:

  • Evita o endividamento — e a consequente falência.

  • Ajuda a lidar melhor com crises.

  • Traz mais segurança para a empresa.

4 passos para montar a reserva financeira da sua pequena e média empresa

A reserva financeira é tão importante que precisa ser uma das principais prioridades de um negócio. Se você não sabe como fazer, basta seguir esses quatro passos para conseguir montar a sua rapidinho:


1 - Descubra o valor dos seus gastos mensais

O primeiro passo é descobrir o quanto o seu negócio precisa para se manter em pé por mês, sabendo os seus custos variáveis e despesas fixas mensais.


Basicamente:

  • Custos mensais: estão ligados ao volume de produção ou vendas da empresa. Exemplo: comissão de vendas, embalagens, impostos de nota fiscal, etc.

  • Despesas fixas: gastos que independem da produção ou vendas, como a conta da internet ou o salário do funcionário.


Sabendo disso, você consegue tirar uma média do valor necessário para sua empresa funcionar.


2 - Multiplique por 6x a 12x

Pronto, agora é só pegar os seus gastos mensais e multiplicar por 6x a 12x.


Exemplo: tenho uma pizzaria e gasto R$20.000, em média, para mantê-la funcionando.


Sua reserva de emergência precisa ser de R$120.000 a R$240.000.


Ou seja, mesmo que tudo dê errado e o negócio não venda nada por seis meses, você continua funcionando. Quanto maior for sua reserva de emergência, maior será a segurança do seu negócio.


Ademais, conforme os custos do seu negócio aumentarem, sua reserva precisa acompanhar.


3 - Calcule o quanto do faturamento será destinado para essa reserva

Como falamos, a reserva de emergência precisa ser uma prioridade para sua empresa.


Por isso, uma dica interessante é reservar uma parte do faturamento exclusivamente para esse fim.


Por exemplo, se o faturamento da sua pizzaria é de R$100.000 por mês, você pode separar R$10.000 para construir essa poupança. Assim, você chegará ao valor final (R$120.000) em cerca de um ano.



Como montar uma reserva financeira para pequena e média empresa: cofrinho de porco, calculadora, óculos, papel


4 - Escolha uma modalidade de investimento segura

A reserva de emergência da pequena e média empresa não pode ficar debaixo do colchão para não perder valor com a inflação.


Então, você deve buscar uma modalidade de investimento que seja segura para guardar essa quantia e acompanhe a inflação ao mesmo tempo.


Em uma aplicação para reserva de emergência, você deve buscar dois elementos:

  • Baixo risco: investimentos que sofrem pouca variação e, portanto, pouca possibilidade de perda.

  • Alta liquidez: você consegue retirar o dinheiro rapidamente, caso surja alguma necessidade.

Onde aplicar a reserva de emergência do meu negócio?

Agora, vamos ver algumas modalidades de investimento em que você pode guardar a reserva de emergência da sua pequena ou média empresa.


Tesouro Selic

Esse é o investimento considerado o mais conservador da economia. Ele foi uma iniciativa do Governo Federal e seu rendimento acompanha a taxa básica de juros.


Além disso, a sua liquidez é diária — todo dia o dinheiro rende um pouco — então, você pode retirar o capital a qualquer momento.


CDB com liquidez diária

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título de dívida emitido por bancos a fim de captar mais recursos para suas atividades.


É assegurado pelo FGC (Fundo Garantidor de Créditos) que garante a restituição de até R$ 250.000,00 e você pode escolher também uma modalidade de liquidez diária para montar sua reserva.


Fundos de renda fixa

Nessa modalidade, fundos de investimentos montam carteiras com pelo menos 80% do patrimônio aplicado em ativos vinculados à variação da taxa de juros, índice de preços ou ambos e disponibilizam para compra.


Contudo, é preciso saber escolher essa carteira, pois algumas possuem exposição à renda variável. Ademais, basta escolher um fundo que ofereça liquidez diária.


Fundos DI

Esses são fundos que precisam investir, pelo menos, 95% do seu patrimônio em Títulos Públicos atrelados à taxa de juros do Brasil.


Portanto, são excelentes para guardar a sua reserva, além de oferecerem liquidez diária. No entanto, eles contam com desconto da taxa de administração que, às vezes, gera um rendimento menor que a Selic.


Nota final

A reserva de emergência para pequena e média empresa pode salvar um negócio diante de uma situação difícil, sendo um elemento essencial de uma boa gestão financeira.


Portanto, não negligencie essa parte e busque fazê-la o mais rápido possível.


E, se precisar de ajuda para administrar melhor as finanças do seu negócio, conte com a Medzo Consultoria!


Nós oferecemos serviços de consultoria financeira eficientes e especializados na pequena e média empresa e podemos te ajudar a trazer mais resultados para seu empreendimento.


Entre em contato com a Medzo Consultoria Financeira e conheça o serviço!


Gostou do artigo? Veja também:










3 visualizações0 comentário