• Robson Martins

Pronampe libera 5 Bi. Como isso afeta você

Se você possui uma empresa de pequeno porte, então, a liberação dos R$ 5 bi para o Pronampe no dia 4 de junho pelo governo pode atingir você.


Como?


Agora, você pode pedir um empréstimo a juros mais baixos e período de carência maior que os demais financiamentos.


Nesse artigo, nós explicamos quais foram as mudanças no Pronampe, como solicitar o programa e muito mais! Continue lendo para saber!


O que é o Pronampe?


O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) é um programa criado pelo governo para ajudar os donos de pequenos negócios a manter sua operação durante a crise do coronavírus.


O benefício concede empréstimos com juros mais baixos e maior prazo de pagamento para o microempreendedor com garantia do Fundo Garantidor de Operações (FGO).


Inicialmente, era um benefício temporário instituído na Lei nº 13.999 em 18 de maio de 2020, mas foi renovado três vezes e virou permanente em junho de 2021.


MEDZO Consultoria Financeira - O que é o Pronampe

O que mudou no Pronampe agora?

Recentemente, o governo injetou um novo aporte no fundo garantidor de R$ 5 bilhões que permitirá conceder até R$ 25 bilhões aos pequenos empresários.


No ano passado, foram disponibilizados R$ 37,5 bilhões em crédito para o benefício, portanto, o aporte esse ano foi menor — ainda mais devido ao controle da pandemia.


Além da redução de recursos, aumentaram-se também os juros. Antes, o percentual era de 1,25% ao ano mais a taxa Selic e passou a ser 6% mais a taxa Selic.


Ademais, o tempo para começar a pagar o empréstimo se estendeu de oito meses para 11 meses e o prazo total do empréstimo aumentaram de três anos para quatro anos.


Confira um quadro com as mudanças:

Quem tem direito ao empréstimo?

O programa é destinado, sobretudo, para empresas de micro e pequeno porte que:

● possuam uma receita bruta igual ou inferior a R$ 360.000,00 ao ano.

● tenham uma receita bruta maior que R$ 360.000,00 e igual ou inferior a R$4.800.000,00.


Como funciona o programa?

É simples: as instituições financeiras públicas e privadas autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil que participam do programa, tais como Banco do Brasil e Itaú, oferecem as linhas de créditos que podem chegar até 30% do faturamento do negócio registrado no ano passado.


Caso seja uma empresa que iniciou suas operações há menos de um ano, esse valor pode alcançar até 50% do seu capital inicial.


Portanto, se sua empresa faturou R$ 60.000 em 2020, você pode conseguir um empréstimo de até R$ 18.000.


Para saber mais, você consegue descobrir qual o limite de crédito que seria disponibilizado para sua empresa no portal do e-CAC.


Dessa forma, você capta esse recurso com condições melhores, tais como: juros mais baixos, maior tempo de carência e mais prestações.


Nesse caso, os bancos emprestam dos seus próprios recursos, mas possuem a garantia do FGO de até 100% do valor de cada operação.


Como solicitar o Pronampe?

Primeiramente, você vai encontrar uma instituição financeira que participe do programa para efetuar seu cadastro.


Em seguida, você verá com o gerente do banco quais são as documentações necessárias, bem como o valor disponibilizado para você.


Feito isso, basta seguir suas orientações e retirar o recurso!


Regras do Pronampe

A empresa que recebe o empréstimo advindo do programa precisa seguir algumas regras estabelecidas pelo governo, entre elas:

● Obrigatoriedade em manter o número de funcionários por até 60 dias após o recebimento da última parcela do empréstimo — caso você demita um colaborador antes do tempo, o vencimento da sua dívida será antecipado.

● Empresas que possuem condenação na justiça por a trabalho em condições análogas às de escravo ou a trabalho infantil não possuem direito.

● Vedado o uso do recurso para distribuição de lucros e dividendos entre os sócios.


Importância do programa

Sem dúvidas, o Pronampe ajudou dezenas de empresas a continuarem com as portas abertas e manterem seu quadro de empregados durante a pandemia.


Atualmente, a taxa de juros de financiamento para empresas de pequeno porte chega a 35%, então, 6% mais a taxa Selic ajuda muito o empreendedor a não se endividar.


Além disso, outras condições, como o período de carência, são vantagens bem úteis durante a crise.


Como conseguir quitar o empréstimo mais rápido e sair da crise?

Mesmo que o Pronampe ofereça ótimas condições, não deixa de ser uma dívida a qual você precisa tomar cuidado.


Portanto, é importante saber utilizar bem esse dinheiro e buscar quitar essa despesa o mais rápido possível.


Trouxe algumas dicas que podem te ajudar:


Analise sua situação financeira

Ainda que ninguém esperasse uma crise do tamanho do coronavírus, é provável a ocorrência de algum erro na gestão financeira da sua empresa que acarretou nesse cenário atual.


Por isso, é importante, sobretudo, sentar e descobrir como seu negócio chegou nesse ponto atual.


Além disso, você deve também saber o quadro do seu empreendimento hoje e olhar, por exemplo: qual o faturamento atual? Qual a quantidade de despesas? Quanto estou recebendo de lucro?


Assim, você conseguirá tomar decisões mais estratégicas acerca do problema.

MEDZO Consultoria Financeira - Pronampe libera 5 Bi

Enxugue seu negócio


Se seu negócio está passando por dificuldades financeiras, alguns dos primeiros passos são saber seus custos de operação, encontrar gastos desnecessários e enxugar ao máximo sua operação.


Entre algumas medidas, busque evitar, sobretudo, desperdício de matéria-prima e outros recursos, como energia elétrica.


Converse com os funcionários

Seus colaboradores precisam estar com você na missão de recuperar a saúde financeira da empresa.


Sendo assim, é importante conversar com eles, deixá-los cientes da situação e pedir a sua colaboração para levantar o negócio novamente.

Foque na geração de caixa

Nesse momento, o que você mais precisa é focar em produzir dinheiro para sua empresa.


Então, vale avaliar o estoque, oferecer promoções e até mesmo pensar em estratégias de marketing como uma estratégia de caixa rápido.


Busque, principalmente, atrair mais clientes para sua empresa e aumentar o relacionamento com aqueles que você possui.

Renegocie dívidas

Se você possui dívidas com taxas de juros altas, procure quitar o mais rápido possível.


Despesas assim tendem a virar uma bola de neve no futuro, portanto, quanto antes você conseguir pagar, melhor!


Problemas financeiros? Conte com a Medzo Consultoria Financeira

Nós auxiliamos donos de pequenas e médias empresas a lidarem melhor com as finanças do seu negócio há 12 anos.


Nós podemos te ajudar de diferentes maneiras, como em:

● Controle de custos;

● Gerenciamento financeiro;

● Estruturação de departamentos financeiros;

● Tomadas de decisões estratégicas;

● Constante e máximo lucro.


Entre em contato com a Medzo Consultoria Financeira e conheça o serviço!


Gostou do artigo? Confira também:


O que é capital de giro?

4 passos para controlar o fluxo de caixa da sua empresa

Lucro: sua empresa merece




3 visualizações0 comentário